Empréstimo pessoal: Como planejar os seus gastos?

Antes de realizar o empréstimo pessoal, é preciso fazer um planejamento de tudo o que você gasta e aquilo em que se pretende investir. Quer se livrar de dívidas? Reformar sua casa? Tem um plano de negócio para investimento na sua educação? Atente-se a essas dicas!

Planejamento de gastos para o Empréstimo Pessoal

O final do mês está chegando, e é hora de fazer um balanço do seu orçamento familiar. Se você anotou tudo, será mais fácil. Caso contrário, precisará retomar o extrato da sua conta on-line e listar suas despesas e recibos.  Organizar seu orçamento permite antecipar melhor compras futuras e gerenciar o inesperado com mais calma. E se você precisar de um empréstimo pessoal, estará mais preparado para suprir suas necessidades financeiras!

Como gerenciar seu orçamento para o empréstimo pessoal?

Para começar, sugiro que você baixe uma planilha para rastrear suas receitas e despesas, todos os meses. Lembretes básicos para gerenciar suas despesas e recebimentos:

  • Eu avalio minha renda (salários, bônus, subsídios etc.);

  • Estabeleço a programação mensal das minhas despesas fixas;

  • Eu adiciono a quantidade de economia de reservas;

  • Eu determino o valor das minhas despesas atuais a partir de dados de meses anteriores;

  • Se possível, retiro esse valor em dinheiro;

  • Dedico uma parte às despesas ocasionais e às economias do meu projeto

e acima de tudo, eu estabeleço meu orçamento regularmente , pelo menos uma vez por semana.

Organização da conta bancária

Obviamente, você manteve os extratos da sua conta (devem ser mantidos por 5 anos).  Observe, portanto, que mais e mais estabelecimentos bancários oferecem extratos eletrônicos, que são arquivados por alguns anos. Por isso, basta coletá-los, grampeá-los (é mais fácil) e classificá-los em ordem cronológica (aumentando ou diminuindo, dependendo da sua preferência). Algumas dicas simples para organizar seu orçamento familiar:

  • Eu conscientemente preencho o toco do meu talão de cheques (indicando a data, o assunto, o valor e o destinatário do cheque);

  • Eu guardo cuidadosamente meus documentos de apoio (os bilhetes do cartão bancário devem ser mantidos em um envelope, em ordem cronológica);

  • Eu tiro meu extratos de conta mensais (e anoto ao lado de cada débito ou de crédito, finalidade).

Limite de uso do cartão de crédito

Pagamentos em dinheiro devem ser sua preferência, sempre que possível. O erro que cometemos: ter um cartão de débito com cheque especial. Gastamos mais facilmente dizendo que há tempo, porque pagaremos assim que o salário chegar. Exceto que, no final, tendemos a gastar mais e a viver além de nossos meios. Excluí esse serviço e economizei em minhas despesas bancárias.

Planejamento de economias de reserva

Em caso de dificuldades ou imprevistos (interrupção do trabalho, perda de emprego, doença, avaria no carro, etc.), nosso orçamento é afetado. Economias de precaução possibilitam cobrir essas despesas , pelo menos em parte. Podemos começar devagar, até R$30 por semana é um bom começo (R$1440 por ano). A vantagem é configurar uma transferência automática em uma data fixa e integrá-la em despesas fixas. Essa economia difere da economia do projeto, que é uma solução de médio e longo prazo.

Despesas mensais

Para facilitar o gerenciamento de seu orçamento, tente mensalizar suas despesas: impostos, seguros, luz, água, internet etc, ou colocar o valor equivalente todos os meses em um caderno de economia. Isso evita uma despesa pesada no final do ano (principalmente impostos) e o valor é igual a cada mês.

Dicas finais

 

Um empréstimo pessoal pode ser bastante relevante para suprir as necessidades temporárias ou a longo prazo. Mas isso depende muito da forma como você se planeja em relação aos gastos mensais! O ideal é solicitar o seu empréstimo e abranger a todas as dicas para complementar seus gastos com consciência!

Comments are closed.